comunicação mindful Tag

O ano começa, e costumamos criar uma imagem de como gostaríamos que ele fosse: criamos metas, resoluções e acreditamos que conseguiremos, com nossos velhos hábitos e crenças, conquistar tudo o que almejamos nesse recomeço. Muitas vezes, queremos tudo diferente fazendo tudo igual. Será que essa equação dá certo?

Para dar certo, precisamos lembrar que em tudo o que fazemos temos algo sutil, porém bem prático: nossa atenção. Treinamos por anos colocar a nossa atenção em momentos, coisas, pessoas e lugares específicos. Onde está o nosso foco lá está a nossa vida. Isso é muito importante de realizar quando queremos mudanças reais em nosso dia a dia.

Por isso, para ajudar você a começar, ou recomeçar, 2018 mais focado, listamos 5 dicas interessantes de colocar em prática do ponto de vista de mindfulness e da prática de meditação:

1. Supere um desafio por dia

Calma, antes de achar que é piada ou que não vai conseguir, pense por um minuto no que é impossível para você: talvez seja ficar um dia inteiro sem tomar café ou consumir açúcar, por exemplo. Quem sabe um dia inteiro sem internet ou usar uma cor que você não gosta muito. O importante é trazer o novo para o dia a dia; quando fazemos coisas novas e quebramos hábitos, nossa atenção fica mais afinada, e nos sentimos mais focados.

2. Use sua mão não dominante

Escovar os dentes com a mão trocada, tomar banho, digitar com a outra mão… Quando usamos nossa mão não dominante, saímos do piloto automático e ficamos mais focados. Assim, cultivamos estar mais presentes e atentos, o que já fortalece nosso foco.

3. Pratique mindfulness usando a respiração

Quando praticamos meditar com atenção plena (mindfulness) à respiração, repousamos o nosso foco nesse movimento do corpo. Inspirando, sabemos que estamos inspirando; expirando, sabemos que estamos expirando. E, quando um pensamento, emoção ou algum fator externo nos distrair, apenas reconhecemos a distração e voltamos para a respiração. 10 minutos por dia de prática regular de mindfulness usando a respiração, por pelo menos 8 semanas, aumentam nossa capacidade de sustentar o foco em nossas tarefas por períodos mais longos do que habitualmente conseguimos.

4. Faça uma tarefa por vez

Quando o assunto é foco e produtividade, pesquisas mostram que o mito da multitarefa já caiu por terra. Ser multitarefa reduz o nosso foco e nos torna mais suscetíveis a errar no que estivermos fazendo. No trabalho ou em casa, escolha fazer uma ação por vez. Quando cortar um legume, apenas corte-o até o fim; quando escrever um e-mail, elabore-o e siga por todo o processo de escrevê-lo. Praticar assim no dia a dia é uma forma de fortalecer o “músculo da atenção”.

5. Pratique a comunicação mindful

Ao comunicar-se, note se você está sendo conciso em suas palavras. Quando escutar, teste escutar como uma esponja, realmente focando no que a outra pessoa está dizendo. Ao praticarmos a escuta atenta e a fala precisa, estamos exercitando o foco no outro. Assim, usamos melhor o nosso tempo, além de realmente estarmos atentos e presentes para nossas relações.

Todas essas dicas são praticadas nos cursos de meditação mindfulness e compaixão oferecidos pela Assertiva, e o mais interessante é o resultado do grupo ao ver o que muda, semana após semana, quando escolhemos fazer uso da nossa atenção de modo consciente.

São métodos simples, que ajudam a treinar a atenção e o foco deliberadamente – algo inovador, pois normalmente passamos quase 50% do nosso tempo perdidos em pensamentos de passado, futuro ou fantasias e imaginações.

Como mindfulness é prática, e não teoria, queremos saber de vocês qual foi a sua experiência colocando em prática uma ou todas as dicas acima. Algo mudou? Você consegue se imaginar realizando alguma delas? Conta pra gente.