Como praticar Mindfulness

vídeo sobre como praticar mindfulness da Assertiva

Como praticar Mindfulness

A instrutora de meditação Caroline Lopes, da Assertiva Mindfulness, fala sobre como praticar Mindfulness.

Se você chegou até aqui, provavelmente já pesquisou sobre o tema, leu alguns livros e deve estar se perguntando: “Como eu vou criar uma prática de mindfulness?”. Então eu desejo que este vídeo possa te ajudar a começar, pelo menos, e quem sabe criar uma rotina consistente de prática de meditação no seu dia a dia.

Aprenda como praticar Mindfulness

Então vamos lá. Para começar, de que precisamos? Nada mais do que nosso corpo, mente e respiração. Na meditação mindfulness, a nossa prática base é trazer a atenção para a respiração, de modo intencional e livre de julgamentos. E o que isso quer dizer? É simplesmente sentar-se em um lugar confortável, seja no chão ou em uma cadeira, com os pés bem plantados no chão, mantendo a coluna ereta, mas relaxada ao mesmo tempo, respeitando as curvaturas naturais da sua coluna. Então, se você tiver uma escoliose, uma lordose, aceite essas suas condições. E, depois, de encontrar uma postura em que você se sinta ao mesmo tempo relaxado e alerta, repouse a atenção na respiração naturalmente, momento a momento.

A respiração é um ótimo refúgio para nossa atenção por que ela acontece o tempo todo sem pensarmos sobre isso. Por isso ela é o nosso ponto focal. É através dela que vamos perceber aos poucos o quanto nos distraímos. Então, no momento em que tiver a atenção repousada na respiração e se pegar distraído com pensamentos, emoções, sensações corpóreas, simplesmente reconheça isso com gentileza e volte a atenção para a respiração, e está tudo bem.

Se surgirem coceirinhas, dores, sensações, calor, frio, julgamentos, pensamentos sobre passado, sobre futuro, sobre um sonzinho que surgiu… são conteúdos que a mente está trazendo para você, e tudo bem. O importante é reconhecer que isso surge e voltar a atenção para a respiração como ela é, do modo como ela se apresentar, sem tentar controlar ou mudar a respiração ou sem criar histórias sobre a respiração: “Estou respirando certou ou errado?”. Apenas sinta no corpo a respiração, o corpo respirando, e mantenha-se momento a momento consciente disso.

Duração e frequência da prática

“Ah!, e se eu não tiver tempo para aprender como praticar Mindfulness? ” Se você tem tempo para tomar banho e escovar os dentes, com certeza também tem tempo para praticar. Você pode começar com 3 minutos, 1 minuto, 5 minutos ou até 10 minutos. O mais importante sobre como praticar mindfulness não é o tempo, mais sim a regularidade da prática. É aí que você colhe benefícios. Se você mantém uma prática de pelo menos 5 minutos todos os dias, você colhe muito mais benefícios do que se meditar um dia 20 minutos, no outro 30 minutos e depois ficar uma semana sem praticar, aí se lembra e se senta por mais 20 minutos e depois passa outra semana sem nem se lembrar da prática – isso pode te trazer alguns benefícios, mas não os benefícios reais que uma prática consistente de parar e trazer a sua atenção para a respiração pode te proporcionar.

E, quando escolhemos parar e trazer a nossa atenção para a respiração, todo o nosso mundo interno é revelado aos poucos. Primeiro, percebemos que talvez estejamos com sono, ou vemos que somos mais distraídos do que imaginávamos e podem vir avalanches de pensamentos, cansaço, torpor, e tudo isso faz parte da prática. Dor, coceira, tudo faz parte da prática… Ansiedade, impulsos etc.

O trabalho aqui é ficar momento a momento ciente do que te distrai e escolher repousar novamente a atenção na respiração. É como se fosse levantar um peso: na primeira semana de academia, pegamos o peso de 1 kg, que na primeira semana é muito pesado, mas depois fica leve. É a mesma coisa com os nossos impulsos, sensações, com relação a nossa atenção; no começo pode parecer muito difícil e desafiador, mas, com o tempo, vamos começando a perceber: “Ah!, não é tão difícil assim se sentar por 5 minutos”, ou “até que é fácil se sentar por 10 minutos”, “olha, consigo 30 minutos” e assim vai. O importante é manter a consistência e, quando se sentir corajoso e confortável, aumente o tempo.

Extendendo os benefícios para a sua rotina diária

É assim que você começa e é assim que você pratica. Com a prática informal, você pode expandir a prática para outros âmbitos da sua vida. Então, quando for cozinhar, por exemplo, repouse sua atenção nos movimentos ao cortar o alimento, ou ao comer e dar garfadas, às sensações. O trabalho aqui é sempre escolher um ponto focal da sua atenção, no âmbito informal, no dia a dia, no dinamismo do dia a dia.

Escolha um lugar onde vai repousar a sua atenção; por exemplo, se for na alimentação, preste atenção nos sabores e texturas e nas mudanças que o alimento vai passando na boca e, se começar a criar histórias sobre o alimento, simplesmente fique ciente disso e volte a atenção novamente para a alimentação, no caso, ou para a respiração.

Assim você pode praticar em todos os momentos do dia. Quando estiver lendo, ao perceber-se distraído com alguma palavra que deu impulso a outras coisas, volte a atenção para onde estava. É fácil, é muito fácil aprender como praticar Mindfulness, desde que saiba como. O “como” é tão simples quanto a prática: sente-se em um lugar confortável e relativamente silencioso, tanto no chão quanto na cadeira, e, estando confortável, estável e seguro na sua postura, repouse a sua atenção na respiração.

No dia a dia, como já falamos, você pode usar a prática informal das 3 Respirações Conscientes, que é de muita utilidade. Com ela, a qualquer momento, a qualquer lugar, na fila de banco, na fila do self-service, antes de responder aquele e-mail desafiador, traga a sua atenção para 3 Respirações Conscientes, prestando atenção na inspiração toda e prestando atenção na expiração toda.

É assim que praticamos. Espero que este vídeo te inspire a começar a praticar. Qualquer dúvida, dificuldade, desafio que encontrar na sua prática no seu dia, escreva para [email protected] E, se quiser experimentar e explorar as práticas em grupo, eu te convido para os nossos cursos de 8 semanas. Venha praticar com a gente, se quiser explorar como é praticar no meio de outros seres iguais a você.